Lídia, em 1984, como a Luciana de "Transas e Caretas".

Após “Meu Bem, Meu Mal”, Lídia Brondi recusou vários papéis em novelas. Um deles foi para “Perigosas Peruas”, novela de Carlos Lombardi, exibida de fevereiro a agosto de 1992.

Conforme nota abaixo, publicada na coluna “Flagra” da revista “Contigo!”, no final de 1991, Lídia Brondi iria viver seu lado perua na novela das sete, que, naquela ocasião, tinha o título provisório de “Deliciosas Peruas”.

Mas Lídia recusou o convite, dedicando-se, em 1992, ao espetáculo “Parfisal”, ao lado do marido Cássio Gabus Mendes.

Teria sido interessante assistir Lídia Brondi em uma comédia de Carlos Lombardi, que ainda tinha no elenco o seu sogro, Cassiano Gabus Mendes; e o cunhado, Tato Gabus.

Confira abaixo a nota publicada na “Contigo”.

O material foi gentilmente enviado por Lívio Augusto Rodrigues.

Anúncios