Depois de contracenarem em “Espelho Mágico” (Globo, 1977), Lídia Brondi e Tony Ramos voltaram a dividar a cena na novela “Baila Comigo” (Globo, 1981).

Os dois ainda “quase” formaram o par principal da novela “Felicidade”. É que, segundo fontes não oficiais, Lídia teria sido convidada para viver a jovem Helena desta novela de Manoel Carlos, exibida em 1992. Com a recusa de Lídia, o papel ficou para Maitê Proença.

Tony Ramos, um dos mais prestigiados atores brasileiros, escreveu um depoimento sobre Lídia Brondi. A declaração do ator foi publicada na edição especial de “Playboy”, de 1987.

“A dedicação, o profissionalismo e a consciência política de Lídia sempre me saltaram aos olhos, desde que a conheci, quando gravamos juntos a novela Espelho Mágico, em 1977. Tive o privilégio de acompanhar sua carreira e, com isso, aprendi a entender por que as pessoas chegam ao verdadeira sucesso. Destacar-se ocasionalmente é fácil, mas só chega lá quem reúne algumas qualidade fundamentais que, em Lídia, sempre estiveram presentes”.

Tony Ramos, ator.

Anúncios