detalhe de foto da Playboy, de 1980Lídia Brondi é uma das 127 musas brasileiras citadas na mais nova obra de Xico Sá: “O Livro das Mulheres Extraordinárias”. O escritor e jornalista faz sua “declaração pública de amor eterno” a cada uma dessas mulheres que marcaram gerações.

Quem acompanha um pouco a carreira do genial Xico Sá, sabe de sua admiração dor Lídia. Ela já foi citada em outros textos do jornalista, que é uma das mais brilhantes cabeças da literatura atual. Recentemente, Lídia foi lembrada por ele, durante a exibição do “Saia Justa” (GNT).

Em um de seus últimos textos sobre Lídia, Xico escreveu:

Eu amo Lídia Brondi. Sempre foi musa de tantos enovelados jantares no Crato e no Recife. Educação sentimental televisiva na hora em que estamos comendo, na mais familiar das mesas, é sentimento para sempre.

Eu amo Lídia Brondi e comigo uma legião sem fim pelos Brasis rurais e universais. Amo a nacionalíssima beleza de Lídia Brondi, suburbanos corações ainda sem a indecente correção da ortodentia de hoje e outros tantos absurdos.


Entre as musas de Xico Sá em seu mais recente livro estão Lídia Brondi, Vera Fischer, Camila Pitanga, Claudia Abreu, Nicolle Puzzi, Sonia Braga, Juliana Paes, Débora Fababella, Fernanda Lima e Leandra Leal.

O Livro das Mulheres Extraordináriaspode ser adquirido na internet. A foto que ilustra esse post é um detalhe de uma das fotos da revista “Playboy“, de 1980.

Anúncios