As opiniões de Lídia Brondi sobre o amor foram publicadas na seção “O Astro Responde”, da revista “Amiga”, em 1984, quando a atriz participava da novela “Transas e Caretas”. Vale observar que as declarações da atriz sobre a relação das pessoas com o mundo estão mais atuais do que nunca.

A partir da pergunta da leitora Simone F.S.P., Lídia disse acreditar em todas as formas do amor. Mas ela falou das dificuldades do mundo moderno, como a falta deste sentimento e a violência.

Acredito que essa falta de amor hoje em dia decorre do fato de que as pessoas não se dão uma chance, não abrem o coração para a vida. (…) Eu ainda acredito no amor como um sentimento maior e acho que isso é o mais bonito.

Lídia Brondi também falou sobre sua dedicação à carreira de atriz e seus sonhos. Uma de suas frases resume a capacidade de doar a si mesma que Lídia demonstrou, anos depois, quando decidiu largar a profissão de atriz para buscar novos sonhos:

A pessoa tem que procurar se segurar em si mesma. Aprendi com a vida que se você não se der para você mesma não se dá para os outros, não. (…) Pois é quebrando a cabeça, caindo e levantando, que a vida acontece.

O material foi gentilmente enviado pelo Alperi Martins. Abaixo, confira a resposta de Lídia na íntegra, que foi publicada ao lado da foto que abre este post (da época de “Final Feliz”):

Confira outra resposta de Lídia na seção “O Astro Responde”, do mesmo ano, publicada no blog: “Falando da carreira e da expectativa de ser mãe“.

Anúncios