No capítulo desta quinta-feira (15) de “Fina Estampa”, o autor Aguinaldo Silva fez uma singela e divertida homenagem a Lídia Brondi. A referência aconteceu em uma cena entre Ângela Vieira e Júlio Rocha. Lídia foi lembrada como a atriz que mudou o rumo de sua vida no momento certo e soube seguir em frente.

Ângela Vieira, no papel de Mirna Bello, participou dos primeiros capítulos de “Fina Estampa” e voltou na reta final da novela. A personagem é uma ex-atriz que largou a profissão e tornou-se fotógrafa. Ao se apresentar a Enzo (Júlio Rocha), que tenta a sorte como modelo, Mirna diz:

Muito prazer, Mirna Bello. (…) Fotógrafa de moda e ex-atriz. Aliás, atriz da qual o público mais sente falta. Você sabia que, em recente pesquisa, eu passei a Lídia Brondi? Pois é! Eu, assim como ela, soube sabiamente a hora de mudar de ramo e seguir em frente.

Certa vez, Aguinaldo Silva escreveu em seu blog que Lídia Brondi era a única atriz que foi firme em sua decisão quando disse não às novelas. Ao contrário de outros profissionais que falam não apenas por charme ou capricho.

Aguinaldo e Lídia, em 1989, nos bastidores de "Tieta".

Lídia Brondi participou de três trabalhos do autor: “Roque Santeiro” (1985), “Vale Tudo” (1988) e “Tieta” (1989).

Ao homenagear Lídia em “Fina Estampa”, Aguinaldo demonstra simpatia e reconhecimento por uma atriz que sempre se destacou em suas tramas.

O autor foi feliz ao levar para ficção um fato real: Lídia Brondi soube mesmo a hora de sair de cena e seguir em frente em um novo caminho. E 20 anos depois, ainda é lembrada como a atriz que o público mais sente falta.

Para conferir a cena de “Fina Estampa”, no site da novela, clique AQUI.

Anúncios