No ano passado, os fãs de Lídia Brondi curtiram a volta de Solange Duprat, com a reprise de “Vale Tudo”. A atriz ainda continua no Canal Viva, com a novela “Roque Santeiro”, mas, dificilmente, uma obra terá a repercussão que teve a história de Gilberto Braga quando foi reprisada.

A capa acima é da edição de outubro de 1988 da revista “Contigo!”, com a manchete de que Solange ficaria entre a vida e a morte. O fato aconteceu após uma armação de Fátima (Glória Pires), ao descobrir que Solange estava grávida.

Como havia suspeita de que o pai era Afonso (Cássio Gabus Mendes), a vilã mandou sabotar o carro (um Fiat 147 branco). Solange sofre o acidente e quase perde o bebê. Felizmente, nossa heroína se recuperou e teve o final feliz ao lado de Afonso.

Anúncios