O jornal “Correio Braziliense” publicou uma matéria, nesta terça-feira (26), na editoria “Ciência e Saúde”, com o título “Fim de longas séries pode deixar gerações com uma estranha sensação de luto”. A reportagem fala sobre o vazio que fica em alguns fãs, com o final de séries, novelas ou fenômenos como Harry Potter.

A matéria traz depoimentos de uma fã do bruxo criado pela britânica J.K. Rowling e do seriado “Lost”, além de especialistas. Por ser fã de novelas e, especialmente, de Lídia Brondi, acabei sendo citado na matéria. Graças ao blog, acabei sendo uma das fontes da reportagem. Confira trecho abaixo:

Marcelo Bolzan, 33 anos, é um caso de fã fiel que resiste ao tempo. As novelas Vale Tudo e Roque Santeiro foram especiais para ele, fã ardoroso da atriz Lídia Brondi, que atuou nas duas produções. Desde os 4 anos, ele acompanhou o trabalho da artista, que se afastou da televisão há mais de 20 anos.

“Sempre esperava uma novela nova. Guardava fotos e colecionava qualquer novidade que saísse sobre ela.” Até hoje, Marcelo mantém um blog dedicado a Lídia, em que mantém contato com outros fãs e até com parentes da atriz [só esclarecendo que eu citei apenas o contato com o irmão da Lídia, o Nehemias Rezende, que chegou a deixar um comentário aqui no blog].

Para ele, o fim de uma obra não precisa ser também o fim do carinho dos admiradores. “Tenho tudo gravado em casa e sempre posso rever. Além disso, com o blog, encontro outros fãs que colaboram com material que eu não tinha e com quem troco informações. É como uma biblioteca”, analisa.

Para conferir a matéria completa, clique AQUI.

Anúncios