Ginástica suave e shiatsu faziam parte da rotina de Lídia Brondi, aos 29 anos, época em que enfrentava a maratona de gravações de sua personagem em “Vale Tudo”.

Os exercícios ajudaram a atriz a ficar menos ansiosa – uma de suas características. As atividades buscavam não só a boa forma, mas tinham uma preocupação em equilibrar corpo e mente.

Sua rotina de atividades físicas foi capa da revista “Boa Forma”, em 1988, que trouxe como chamada “Lídia Brondi: à procura de um ritmo de paz”.

Capa da revista "Boa Forma": exercícios leves e cuidados com a alimentação.

Com reportagem de Olímpia Ciabattari e fotos de Marisa Alvarez de Lima, a matéria trouxe revelações da atriz sobre saúde, espiritualidade e o nascimento de sua filha, Isadora.

A reportagem começa revelando a simplicidade de Lídia Brondi, que atendeu a equipe da revista enquanto concluía uma faxina em seu apartamento, revelando ser uma estrela “sem frescura”.

Elogiada por seu tipo físico, ela fez questão de ressaltar que media 1,58 e “meio centímetro”. No texto, Lídia Brondi também contou o que fez para voltar à boa forma após a gravidez, já que, assim que foi mãe, recebeu o convite para fazer “Roque Santeiro”.

Confira a matéria na íntegra clicando sobre as imagens abaixo:

Anúncios