Em 1992, Lídia Brondi foi clicada de cara lavada e moleton, na época em que atuava na peça “Parsifal”, seu último trabalho como atriz. A foto foi utilizada para ilustrar uma nota sobre o seu surpreendente afastamento do meio artístico.

O texto relata os boatos maldosos que surgiram nos anos 90, antes de Lídia Brondi esclarecer e tornar pública a sua vontade de largar a vida estressante de atriz para ter mais tempo para a família e os estudos.

Muita especulações surgiram após o sumiço de Lídia Brondi, mas a Síndrome do Pânico foi algo real na vida da atriz. Em 1997, Lídia apareceu no programa “Mistério”, da extinta Rede Manchete, e falou sobre o tratamento para curar a doença.

Anúncios