Em 1992, a revista “Contigo!” publicou a trajetória de Lídia Brondi desde seu nascimento até aquele ano, quando encenava a peça “Parsifal”.

A revista publicou que o ano de nascimento da atriz era 1960, mas todas as publicações anteriores (dos anos 70 e 80) apontam que ela nasceu em 1959.

Há ainda outros erros: o ano de estreia da atriz (o correto é 1975), a estreia no cinema (que foi com “O Beijo no Asfalto”, em 1981), o ano de exibição de “Vale Tudo” (1988 e não 87).

Com fotos de Lídia como esposa e mãe, a matéria foi uma homenagem da revista pelos 17 anos de carreira da atriz.

Para melhor visualização da página, clique sobre a imagem acima.

Anúncios