A revista “Mulher de Hoje”, da Editora Bloch, publicou um perfil de Lídia Brondi no ano de 1987. A jornalista Ana Gaio escreveu sobre o jeito agitado de Lídia, sua paixão pela filha e pela profissão.

No texto, Lídia fala sobre casamento, a paixão pelo teatro e por Bárbara Diniz, sua personagem na novela “Corpo Santo”, na Rede Manchete. Sua saída da Globo, depois de anos na emissora, também foi comentada por Lídia. “Eu nunca fui propriedade da Globo. Estive lá, como agora estou aqui [na Manchete]”, disse a atriz.

Lídia Brondi conta ainda que a profissão de atriz lhe ajudou a curar uma gastrite nervosa que tinha aos 11 anos. E fez uma análise sobre seu temperamento:

“Eu sou, por natureza, uma pessoa muito apressada. Tenho uma necessidade enorme de vivenciar tudo, de fazer com que as coisas aconteçam logo. (…) mas acho que ainda vou acabar encontrando o tempo certo para fazer as coisas”.

Clique na imagem abaixo para ampliar e ler a reportagem na íntegra:

 

Anúncios