Mira Maia, a personagem de Lídia Brondi na novela “Baila Comigo” (Globo, 1981), é lembrada até hoje como uma das garotas rebeldes da ficção. Recentemente, a página do “Vídeo Show” fez uma lista dessas rebeldes e incluiu Mira Maia.

Com visual marcante, Lídia Brondi brigou muito em cena, despertando a raiva dos telespectadores e a admiração dos amantes de personagens atrevidas.

Quem também se apaixonou pela atriz foi o autor da novela, Manoel Carlos, que, em vez de dar um castigo no final da novela para Mira Maia, transformou a personagem em heroína, com direito a final feliz.

Em 1981, na reta final de “Baila Comigo”, Manoel Carlos deu uma declaração para a revista “Amiga”, falando sobre o desempenho da atriz. Com o título “Lídia conquista Manoel Carlos”, a matéria trouxe a seguinte declaração do autor:

“Lídia é uma grande atriz, que assume totalmente o papel, sem se importar se ele vai ser antipático ou não. As pessoas perguntam por Mira Maia quando ela aparece pouco no vídeo”.

Manoel Carlos, autor de “Baila Comigo”.

Anúncios