Lídia e seu chapéu, em 1985, na novela "Roque Santeiro".

Lee Swain, responsável pela imagem de Lídia no último post e autor do “Eu e meu chapéu”, postou, nesta terça-feira (1º), a repercussão que o flagra da atriz rendeu ao seu blog.

Depois de narrar como o “Eu e meu chapéu” veio parar neste blog sobre Lídia Brondi, Swain escreveu:

“Será que Lídia tem noção que apesar dos quase 20 anos fora de cena, ainda é cultuada por tantos admiradores? Será que se importa? Amor de fã não se explica, transcende a dimensão do próprio admirado, e não pede nada em troca.”

Só nos resta agradecer e comemorar o espaço que esse blog teve no “Eu e meu chapéu”.

Confira no blog do Lee Swain o post “Lídia Brondi, o retorno”.

Anúncios