Lídia Brondi e Cássio Gabus na peça “Parsifal”, seu último trabalho como atriz.

Em maio de 1997, a revista “Caras” trouxe uma reportagem de três páginas com Lídia Brondi. Foi um belo registro sobre o cotidiano da estrela longe da fama e perto da família.

A matéria apresenta algumas informações incorretas: fala que Lídia abandonou a carreira em 1989, depois de “Vale Tudo”. Na verdade, é de conhecimento de todos que sua última novela foi “Meu Bem, Meu Mal”, de 1991.

A reportagem registra que Lídia teve a primeira crise de pânico ao sair do teatro, depois de encenar a peça “Parsifal”, de 1992. No espetáculo (foto acima), ela contracenou com o marido Cássio Gabus Mendes.

Abaixo, segue a matéria da “Caras”, que trouxe belas fotos. Para ampliar, é só clicar nas imagens.

Anúncios